O que é EPC? Vantagens e Benefícios

Tempo de leitura: 6 minutos

O que é EPC?

EPC é a sigla que define equipamento de proteção coletiva, é todo equipamento de âmbito coletivo, destinado a preservação de integridade física e saúde dos trabalhadores e terceiros. São exemplos de EPCs, sinalização de segurança, corrimão de escadas, capelas químicas, proteção de partes dos móveis, e manual de máquinas.

O termo EPC tem significado amplo. Poderia se entender proteção coletiva como sendo todos os métodos, tecnologias e equipamentos utilizados com o fim de eliminar ou diminuir o risco.

EPC protege todos ao mesmo tempo, pois todos são beneficiados.

Qual o seu objetivo

O objetivo dos equipamentos de proteção coletiva, é proporcionar mais segurança e saúde como ambiente de trabalho, e é tão importante quanto o EPI (equipamento de proteção individual)

Os EPCs são itens todos ou móveis, e que atuam na proteção de toda a empresa, assim como qualquer item de segurança EPI ou EPC, a empresa não deve parar apenas no fornecimento desses materiais, pois todos devem ser orientados de como utilizar, armazenar e conservar estes itens tão importantes, para que não haja falhas.

Alguns exemplos de EPCs:

  • Enclausuramento acústico de fontes de ruído;
Enclausuramento acústico de fontes de ruído
  • Equipamentos de exaustão localizada;

  • Sistemas de ventilação;

  • Guarda-corpos;

  • Barreiras de proteção contra luminosidade da solda;

  • Chuveiro lava-olhos de emergências para produtos químicos;

  • Sinalização de segurança;

  • Tela / grade para proteção de polias, peças ou engrenagens móveis.

Outros exemplos:

  • Capela química: é utilizada em locais onde são manuseados produtos químicos reduz o perigo de inalação e contaminação do operador e do ambiente;
  • Redes de proteção: utilizados em ambientes com altura elevada, podendo servir para amortecer uma possível queda.
  • Sensores de presença;
  • Exaustores para gases e vapores;
  • Proteção de partes moveis de máquinas;

Segundo a Norma regulamentadora n° 9 quando comprovado pelo empregador a inviabilidade da adoção de medidas preventivas, como os EPCs ou quando essas não forem suficientes deverão ser adotadas outras medidas, sendo elas:

  • Medidas de poder administrativo ou organização do trabalho;
  • Utilização do equipamento de proteção individual (EPI).

Veja como fazer um PPRA passo a passo

Os EPCs se encaixa também na NR 06, onde encontram-se também a obrigatoriedade quanto aos EPIs.

Vantagens e benefícios do EPC

 O EPC melhora o ambiente de trabalho, reduzindo os riscos que atingem o trabalhador, melhorando seu desempenho.

  • Melhoria nas condições de trabalho, proporcionando mais segurança aos trabalhadores;
  • Conforto;
  • Qualidade;
  • Disposição;
  • Preservação da integridade física de trabalhadores e terceiros;
  • Melhor custo a médio e longo prazo;
  • Atinge todos os funcionários expostos direta e indiretamente;
  • Independe da vontade do pessoal exposto em utilizar ou não;
  • Maior facilidade de controle e manutenção;
  • Não exige fiscalização de uso;
  • Menor taxa de INSS e seguro;
  • Redução de processos trabalhistas;
  • Redução de reclamações sindicais;
  • Aumento da produção com redução do tempo em treinamentos e exames;
  • Diminuição dos atrasos na entrega de produtos;
  • Melhoria na qualidade do produto;
  • Maior valor de mercado na empresa.
  • Minimizar perdas, melhorar as condições de trabalho e aumentar a qualidade de vida é a produtividade.

Esses são apenas algumas vantagens que uma empresa tem utilizando o Equipamento de Proteção Coletiva.

Uma empresa que evita os acidentes de trabalho tem muito a ganhar, pois não têm prejuízos e ainda mantém o funcionário produzindo. A maioria dos acidentes podem ser evitados tomando algumas medidas.

Extintor de incêndio

O extintor de incêndio muitas vezes não é considerado um EPC, pois o mesmo é utilizado quando há o acidente, no caso incêndio. Porém é importante ter esse equipamento na empresa a fim de evitar acidentes de maiores proporções.

Normas Regulamentadoras

NR 04

A norma regulamentadora n° 4  diz respeito a serviços especializados de engenharia de segurança e medicina do trabalho (Sesmt), que tem como finalidade manter a saúde e integridade dos trabalhadores no ambiente de trabalho, reduzindo riscos, fiscalizando o uso de EPIs e EPCs, para que o número de acidentes no ambiente de trabalho seja reduzido.

NR 09

A norma regulamentadora n° 9 fala sobre os riscos ambientais que podem ocorrer, e estabelece a obrigatoriedade  da  implementação de medidas preventivas tanto pelos empregadores quanto pelos funcionários, através da antecipação, análise e controle das ocorrências que possam acontecer no ambiente de trabalho. É onde então se encaixa precisamente o uso dos Equipamentos de proteção coletiva.

Como por exemplo uma agente de limpeza que não utiliza a placa de advertência sobre o piso molhado, pode fazer alguém escorregar naquele local. Uma empresa que conhece seus riscos e instrui o seu funcionário sobre como utilizar os equipamentos de forma correta previne muitos acidentes.

Cores e Sinalizações

A sinalização e o uso dos EPIs são muito importantes para a saúde e segurança dos funcionários. As cores dos equipamentos de proteção coletiva, servem para advertir e classificar o grau e o tipo de riscos, conforme previsto na NR 26.

As cores devem ser utilizadas para identificar os equipamentos de segurança, delimitar áreas, e identificar tubulações de água, gases, e advertir contra os riscos.

São alguns outros exemplos de EPC faixas zebradas, cones, fitas, frases de advertências, e cavaletes.  Estes equipamentos são muito utilizados no trânsito, quando há alguma depressão na pista, para isolar alguma área ou faixa ou indicando algum tipo de serviço na pista.

Caso Real

Uma fábrica tem produção mensal de 45.000 de peças, vendidas a 10,00. Possui 100 funcionários na produção com salários base de R$ 550,00. (naquele período) Duas de suas máquinas produzem ruído acima do permitido, avaliado por dosímetro, onde o nível médio é de 110 dB, portanto insalubre.

Faturamento

R$ 450.000,00 Mensais

R$ 5.400.00,00 Anual

R$ 270.000,00 Lucro de 5% ao ano

 

Custos/Segurança

550,00 X 100

R$ 55.00,00 – Salário mensal

R$ 660.00,00 – Salário anual

R$ 1.320.000.00 – Encargos

Custos com o ruído presente no ambiente

660.000,00/6%

  • 40.000,00 Nova alíquotas INSS
  • 36.000,00 Insalubridade
  • 4.000,00 Exames de audiometria
  • 7.500,00 Tempo com treinamentos e exame
  • 8.000,00 Perda de produção
  • 95.500,00 Total de gasto no ano

Implantação do EPC: 110.000,00 – 95.000,00 = igual a R$ 15.000,00 no 1º ano.

 

O sábio antevê o perigo e protege-se, mas os imprudentes passam e sofrem as consequências.

Se você realmente gostou deste artigo, Compartilhe com os seus amigos e ajude a melhorar cada vez mais nosso Blogl! : Ri muito:😀😉😛🙂😆

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *