O que é SIPAT

Tempo de leitura: 5 minutos

O que é SIPAT e qual o seu objetivo

O que é SIPAT?  é uma sigla que significa Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho.

O próprio nome já indica que se trata de uma semana durante a qual são desenvolvidas atividades relacionadas à prevenção de acidentes no trabalho, assim como de doenças ocupacionais.

A SIPAT está prevista na Norma Regulamentadora Nº 5 (NR-5) como uma das atividades de responsabilidade da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

Sua realização é obrigatória, não podendo a empresa se descuidar desse evento.

Deve ser desenvolvido um esforço para que todos os funcionários da empresa participem em algum momento das atividades da SIPAT.

Para isso, é essencial o apoio da alta direção da empresa.

Fique por dentro dos principais aspectos referentes à SIPAT.

Objetivos da SIPAT

O principal objetivo da SIPAT é a reflexão sobre prevenção de acidentes, segurança e saúde.

Não apenas no ambiente de trabalho, mas com os olhos voltados para um estilo de vida saudável.

A semana também objetiva chamar a atenção de todos da empresa para pequenos detalhes da rotina prevencionista que, muitas vezes, passam despercebidos dos funcionários em geral.

Por exemplo: a localização e a data de vencimento dos extintores de incêndio, as saídas de emergência existentes, o uso correto de EPI etc.

Finalmente, a SIPAT deve ser abordada como uma forma de aproximar um pouco mais todos os funcionários entre si.

A CIPA e os profissionais de Saúde e Segurança do Trabalho.

Qual a Importância da SIPAT

A realização da SIPAT, em primeiro lugar, é o cumprimento de uma exigência normativa da legislação trabalhista brasileira (NR-5 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA).

Efetivá-la, portanto, coloca a empresa em conformidade com aquela legislação.

Mais importante, porém, é a aproximação que ela realiza entre os funcionários e a equipe de Saúde e Segurança do Trabalho (Técnico e Engenheiro de Segurança do Trabalho, CIPA, SESMT).

Em um ambiente descontraído e alegre, que permite maior aproveitamento das informações que ali são transmitidas.

Em especial, a SIPAT traz a oportunidade de mostrar o que é feito em termos de prevenção na empresa e de valorizar os integrantes da CIPA e do SESMT, onde houver.

O Técnico em Segurança do Trabalho, geralmente, tem na SIPAT uma grande oportunidade de “vender o seu peixe” junto aos colegas.

Temas tratados 

Não existe obrigatoriedade de apresentação quanto a qualquer tema em uma SIPAT.

O que se fala, às vezes, com referência à AIDS é uma exigência de lei de se fazer uma apresentação sobre o tema ao longo do ano. Não precisa ser na SIPAT.

Por tratar-se de um tema da Saúde, aproveita-se a Semana.

Mas não precisa constar na SIPAT, podendo ser feita em outra data qualquer, uma vez a cada ano.

O espírito da SIPAT é a prevenção em termos de segurança e de saúde.

Assim, os temas de palestras e apresentações a serem escolhidos devem estar voltados para essa direção.

O ideal é escolher temas pertinentes à empresa, relacionados às atividades ali desenvolvidas, aos problemas mais comuns, aos riscos próprios dessas atividades etc.

Organização

A organização da SIPAT fica a cargo da CIPA. Essa é uma determinação da NR-5.

É interessante que os membros da CIPA procurem encontrar entre seus colegas aqueles mais afetos à segurança.

Conversando com eles e expondo os planos, talvez consigam algum apoio para a organização. Vale tentar.

Os profissionais de Saúde e Segurança do Trabalho da empresa poderão ser de grande ajuda e devem ser convidados pela CIPA a compor o grupo de trabalho de organização da Semana.

Considere que as atividades da SIPAT serão desenvolvidas durante o horário de trabalho.

Os trabalhadores, portanto, deverão ser liberados para participarem em um ou mais dias.

É recomendável uma boa conversa do presidente da CIPA com a diretoria da empresa nesse sentido.

Programação

A programação da SIPAT deve ser pensada e organizada com bastante antecedência para poder ser divulgada algumas semanas antes do evento propriamente.

Mas, também, para que haja tempo hábil dos convidados palestrantes, assim como fornecedores, organizarem as suas agendas.

Em geral, estas são algumas atividades que costumam constar da programação de algumas Semanas pelo Brasil:

  • Palestras;
  • Filmes;
  • Atividades lúdicas (gincanas, jogos etc.);
  • Ginástica laboral;
  • Teatro temático;
  • Demonstrações profissionais em Saúde (primeiros-socorros, massagem cardíaca etc.) e Segurança (uso de EPI, controle de incêndio etc.);
  • Medição de pressão arterial;
  • Medição de glicose no sangue;

Quanto aos temas para palestras, existe uma infinidade deles voltados para a prevenção na Saúde e na Segurança do Trabalho.

Eis 10 exemplos (em ordem alfabética) de temas bastante recorrentes:

  • Acidentes domésticos;
  • Alcoolismo;
  • Alimentação saudável;
  • Direção defensiva;
  • Drogas ilícitas;
  • Ergonomia;
  • Estresse e qualidade de vida;
  • Higiene pessoal;
  • Primeiros-socorros;

Empresas com mais recursos podem contratar assessorias especializadas que organizam todo o evento ou parte dele.

É interessante convidar fornecedores ligados ao segmento Saúde e Segurança do Trabalho.

Para exporem seus produtos ou serviços em pequenos estandes montados para isso no local onde se realizarão os eventos da SIPAT.

Agora que você já sabe o que é a SIPAT, tem alguma observação sobre a Semana? Deixe o seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *