O que é a análise de risco do trabalho?

Tempo de leitura: 5 minutos

O que é Analise de Risco do Trabalho

A análise de risco do trabalho é uma análise prévia de acidentes, ou seja, todos os fatores que podem oferecer alguma possibilidade de acidente são considerados um risco, seja visível ou Sucinta.

Muitas vezes ignoramos o que nos pode trazer alguma consequência depois, por exemplo um buraco pequeno que está há algum tempo sem ninguém ter tomado nenhum tipo de providência, se ao menos não estiver sinalizado, um dia você pode esquecer e torcer o pé, ou cair o que causaria um acidente.

É com esse objetivo que existe a análise de risco do trabalho, prevenir qualquer acidente, fazendo a análise de todos os possíveis riscos, fazendo pesquisas, investigando e isolando-o.

Análise preliminar de riscos (APR)

A análise preliminar de riscos é um estudo feito por especialistas de diversas áreas de atuação, que visam projetos desde o seu início, a concepção, desenvolvimento e os possíveis riscos nas áreas operacionais.

A APR é composta por algumas etapas a serem analisadas para que possa passar toda a segurança necessária e ter eficácia no local em que for aplicado.

Analise-de-riscos
Analise preliminar de riscos

Revisão de problemas conhecidos: Análise dos riscos já verificados que podem ter similaridades com outros sistemas, ou uma experiência passada.

Revisão da missão: Estar atento aos objetivos, exigências de desempenho funções e procedimentos, a missão é composta basicamente nos fundamentos a que se destina, o que e quem envolve, como será desenvolvida e qual é o nível em que se encontra.

Determinação de riscos principais: identificar e analisar os riscos com potencialidade de causar lesões e danos à empresa, materiais, ou de mão-de-obra.

Responsável pelas ações corretivas e preventivas: designar as pessoas interessadas as atividades a serem desenvolvidas, o controle e as ações preventivas ou corretivas.

Benefícios da Analise Preliminar de Risco do Trabalho

  • Diminuição de riscos e acidentes de trabalho;
  • Antecipação de análise dos riscos;
  • Diminuição de custos para a empresa;
  • Mais produtividade, pois o funcionário sente-se mais seguro;

Quem pode elaborar e aplicar a Analise Preliminar de Risco do Trabalho?

Qualquer funcionário interessado que tenha conhecimento em segurança do trabalho pode aplicar e assinar sem nenhum problema, porém o conhecimento é de extrema importância para que a Analise de Risco do Trabalho cumpra com a sua função, levantar riscos e realizar ações preventivas.

A importância da análise de risco do trabalho

Além de seus objetivos é importante tanto a empresa quanto os funcionários estarem atentos aos riscos, que por menores que sejam podem causar acidentes.

Os riscos estão em todos os ambientes e situações como por exemplo uma dona de casa que decide lavar o chão de casa, ela utiliza uma vassoura, água, sabão e panos para a secagem.

Analisando os riscos ela precisaria de um calçado antiderrapante, pois o chão fica escorregadio, além de ter que avisar as pessoas que quiserem passar por ali, com essas duas observações ela estaria muito mais segura de qualquer acidente que possa ocorrer.

Tipos de medidas

Na análise de riscos existem dois tipos de medidas a serem executadas, sendo elas preventivas ou corretivas.

Preventivas: As medidas preventivas são tomadas assim que o risco for localizado e ainda não houve qualquer tipo de acidente. Apesar disso ela não impede totalmente que o acidente aconteça.

Corretivas: São medidas tomadas após o acidente, e podem ser punitivas e restritivas, tanto para a empresa quanto para o trabalhador.

Vídeo

Tipos de riscos

Os tipos de risco se caracterizam de três formas, sendo elas o risco humano, risco técnico ou tecnológico e os riscos incontroláveis.

Risco humano: São riscos diretos ou indiretos que tem a participação de pessoas e ocorrem voluntariamente. Alguns exemplos são: a corrupção, desvios e contrabandos.

Risco técnico ou tecnológico: São riscos normalmente associados a tecnologia, pois devido ao avanço delas muitas empresas acabam tornando-se refém delas. Além disso, há um investimento de alto valor nessas tecnologias e em treinamento para os funcionários aprenderem a operá-las.

Riscos incontroláveis: São todos os riscos que a empresa não tem poder sobre e que se não forem identificados podem imobilizar e até fechar uma empresa. O ambiente, país e o clima influenciam muito.

A empresa através de uma Análise preliminar de risco consegue também definir de que modo agir, colocando em práticas os níveis estratégicos tático, estratégico e operacional.

Estratégico: É a construção de um planejamento para a empresa a longo prazo, definindo o cronograma a ser seguido, as metas e assim colocar em prática.

Tático: É onde a empresa planeja e debate as ações a serem colocadas em prática através da APR já feita, dos caminhos mais rápidos para chegar na meta pretendida visando a segurança de todos da empresa.

Operacional: É onde acontecem os mais variados tipos de risco, é onde o trabalhador está mais exposto, precisando de medidas e ações rápidas. Se esses riscos forem identificados através da Analise preliminar de risco trará um resultado muito mais eficaz e preciso.

Clique na imagem abaixo e baixe o modelo de analise preliminar de risco do trabalho.

Modelo de Analise Preliminar de Risco do Trabalho

 

 

 

 

 

 

Você também poderá gostar dos artigos abaixo:

Se você realmente gostou deste artigo, Compartilhe com os seus amigos e ajude a melhorar cada vez mais nosso Blogl!  : Lol:  😀  😉  😛  🙂  😆

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *