Como Fazer Uma APR – Análise Preliminar De Riscos

Tempo de leitura: 5 minutos

Muito conhecida pela sua sigla APR, a análise preliminar de riscos vem sendo cada vez mais utilizada dentro da segurança do trabalho.

Você sabe o porquê?

Bom, nesse post iremos falar como fazer uma APR – Analise preliminar de riscos e como você deve elabora-la.

Vamos lá?

O que é APR – Análise Preliminar de Riscos?

A APR – Análise Preliminar de Riscos é conhecida como um estudo que tem como objetivo antecipar de forma detalhada todas as etapas do trabalho, com o propósito de conseguir detectar possíveis riscos que podem por ventura acontecer durante a sua execução.

Após detectar os possíveis riscos, isto é acidentes que possam vir a ocorrer durante a execução do trabalho, deve-se então adotar medidas que consiga neutralizar ou controlar a situação.

É importante que toda a equipe se envolva dentro desse trabalho, desta forma o documento terá mais força pois todos estarão envolvidos, consequentemente a ocorrência de acidentes será muito menor e o ambiente de trabalho estará mais seguro.

Como fazer Uma APR – Análise Preliminar de Riscos?

Para facilitar o seu entendimento de como fazer a APR, vamos colocar um passo a passo.

  • Conheça o ambiente

Como Fazer Uma APR - Análise Preliminar De Riscos

Antes de você começar a fazer a Análise Preliminar de Riscos é preciso que você conheça um pouco mais a área de trabalho do qual a equipe irá atuar e quais serão as atividades que serão executadas.

Leve sua prancheta e comece a anotar tudo o que ocorre em função da atividade como por exemplo, os materiais e produtos químicos que estão sendo utilizados, os EPIs, o ambiente em si se está propicio a acidentes, dos perigos e riscos existentes que podem influenciar direta ou indiretamente nas atividades dos trabalhos, etc.

  • Faça entrevistas

Como Elaborar Uma Análise Preliminar De Riscos

Realize uma entrevista com os supervisores do setor ou até mesmo os encarregados pela coordenação e o desenvolvimento do trabalho, para que você saiba como as atividades serão desenvolvidas e o procedimento que deve ser seguido durante o trabalho.

Se possível, fale com alguns funcionários que estarão executando a atividade, para que você consiga comparar as informações passadas pelos supervisores e encarregados para que você consiga eliminar qualquer tipo de duvida que ainda tenha.

  • Faça uma análise de dados

Como Elaborar Uma APR- Análise Preliminar De RiscosDepois de realizar as entrevistas, está na hora de você anotar de forma detalhada tudo o que será feito no trabalho, como um passo a passo, até que você consiga chegar a conclusão do mesmo.

Muitas pessoas costumam utilizar blocos de anotação ou até mesmo a agenda, mas também existe pessoas que utiliza o Modelo de Planejamento.

Elaborando a Análise Preliminar de Riscos

Depois de fazer a sua coleta de dados e considerar que tem tudo o que precisa, está na hora de então elaborar a nossa Análise Preliminar de Riscos.

É importante mencionar aqui que não existe apenas um modelo de Análise Preliminar de Riscos e que fica ao seu critério o modelo mais adequado para você.

  • Analise os riscos desse trabalho

Agora está na hora de você analisar todos os riscos e consequências que cada etapa do trabalho que será executado pode acarretar ao trabalhador.

É importante também analisar quais ações de controle podem ser identificadas e como proceder com a segurança desse trabalhador.

  • Reavalie a sua Análise Preliminar de Riscos

Antes de você implantar e aprovar a Análise Preliminar de Riscos, é preciso que você faça uma nova avaliação, uma revisão de forma geral de tudo o que está transcrito nos dados com os encarregados ou supervisores.

Assim, você irá conseguir saber se as informações transcritas ali estão corretas e saberá se será necessário ou não a melhoria da Análise Preliminar de Riscos.

  • Mostre o conteúdo para os funcionários do setor

Está na hora de você assegura que todos os funcionários que irão desenvolver essa função tenham conhecimento de todo o conteúdo que está disponível na Análise Preliminar de Riscos e esteja apto a tirar dúvidas, fazer orientações e se for o caso, treinamento também.

IMPORTANTE: Apenas para relembrar aqui, a Análise Preliminar de Riscos deve ser assinada por todos os funcionários que irão desenvolver o trabalho, assim como o supervisor e/ ou encarregado do setor.

Ela também não é um processo único, mas, plausível para mudanças, ou seja, conforme o desenvolvimento do trabalho muda, a APR também se modifica.

Quem pode assinar a APR

A assinatura da APR – Analise preliminar de riscos, da mesma forma sua aplicação pode ser realizada por qualquer profissional que possua conhecimento na área de segurança do trabalho.

Muito embora é de extrema importância que a equipe do SESMT esteja envolvida e  tenha participação efetiva na elaboração da APR e saiba quais os riscos que existem naquele ambiente de trabalho.

Caso a empresa não tenha SESMT, poderá ser até mesmo o responsável pelo setor, o coordenador ou encarregado por exemplo, desde que ele tenha conhecimento sobre segurança do trabalho e também sobre os perigos e riscos existentes no setor.

Conclusão

Depois de explicarmos e darmos esse passo a passo de como criar e executar a Análise Preliminar de Riscos, ficou mais fácil não é mesmo?

Fique atento a todos os detalhes que os supervisores e/ ou encarregado lhe dá, pois são dados que irão fazer toda a diferença quando for executa-la.

Segue abaixo um modelos de APR:

Modelo de APRA - Modernização de Elevador
Modelo em Excel de APR – Modernização de Elevador

No artigo de Hoje você aprendeu como fazer uma APR – Analise Preliminar de Riscos, se você gostou deste post, leia também os artigos abaixo é igualmente importante:

Se Gostou Curta nossa Fanpage
Se Gostou Curta nossa Fanpage

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *