DDS – Improviso de Ferramentas

Tempo de leitura: 5 minutos

Hoje iremos disponibilizar um DDS improviso de ferramentas, sabemos que está é uma prática muito comum no ambiente de trabalho, e que pode causar muitos acidentes e danos, alguns graves.

Aproveite e faça em sua empresa este DDS.

DDS - Improviso de Ferramentas

DDS – Improviso de Ferramentas

*As ferramentas manuais quando corretamente utilizadas tem maior valor e durabilidade e evitam acidentes.

Os seguintes procedimentos devem ser adotados:

  1. Conheça a utilização correta de cada ferramenta.
  2. Mantenha as ferramentas limpas, arrumadas e em perfeito estado de conservação.
  3. Só execute um trabalho com a ferramenta adequada e em perfeitas condições de uso.
  4. Carregue as ferramentas em caixa adequada para esse fim.
  5. Entregue sempre a ferramenta de mão em mão.

Acidente do Trabalho   

Uma forma de violência.

Aqui podemos ver relatos de fatos reais de improviso de ferramentas que servem de alerta pois muita das vezes nos deparamos com uma situação semelhante. “ Improviso”.

Essa é uma história relatada, não garantimos a sua veracidade. 

“ Todo mundo empurrava a carne com a mão “

Tinha que trabalhar p/ ajudar a família e arranjei emprego num açougue da minha cidade, lá em campos de Jordão.

Fazia de tudo, no açougue, que me mandavam. Um dia fui ajudar no moedor de carne. Um pedaço de carne ficou entalado na máquina, e eu fui socar com a mão.

A máquina deu um tranco e puxou minha mão. Desligaram a máquina mas fiquei 40 minutos com a mão dentro da máquina porque ela não voltava para trás.

Foram chamar um médico na casa dele, ele chegou, mandou ligar a máquina de novo, e ela comeu mais um pouco.

Aí o médico mandou um dos rapazes arrochar a máquina para trás, pegou um facão do açougue mesmo e cortou o braço, abaixo do cotovelo. Ele aplicou três anestesias no pescoço, antes de cortar.

Ia fazer 15 dias de serviço. Tinha um “soquête de pau” para socar  a carne MAS TODO MUNDO EMPURRAVA A CARNE COM A MÃO.

Imprevisões e Mau Emprego de Ferramentas

A improvisação e emprego inadequado de ferramentas são atos também responsáveis por muitas ocorrências lamentáveis.

As ferramentas manuais têm muita utilização em todos os campos de atividades. Embora sejam utensílios elementares, na grande maioria dos casos, é sempre necessário algum conhecimento, prática e alguns critérios para que possam render o máximo com menos desgaste e mais segurança.

Todavia, quase sempre isso não acontece. Por serem ele mentares, às vezes não se dá às ferramentas a devida atenção e esse descuido vai desde o uso de algumas em péssimas condições, até as mais absurdas improvisações.

Esse tipo de atitudes sempre trazem prejuízos, principalmente acidentes com lesão aos usuários das ferramentas de trabalho.

O uso de ferramentas em condições precárias deve-se a negligência do usuário, à precariedade de manutenção, ou ainda ao desconheci – mento do perigo.

Improvisações e uso inadequado decorrem, muitas vezes, da indolência da pessoa, que não quer se locomover para conseguir a ferramenta correta ou então procura ganhar tempo, o que quase nunca compensa.

Em todas hipótese, são procedimentos condenáveis que devem ser combatidas com reparos e substituição das ferramentas impróprias, e com instrução aos usuários para o emprego correto e seguro.

Tentativa de Ganhar Tempo

A tentativa de ganhar tempo, encurtando caminho, improvisando os equipamentos é uma atitude de consequências imprevisíveis.

Muitas vezes a pessoa tenta passar por entre transportadores em movimento, ou sobre pilhas de materiais ou atravessar uma valeta, na intensão de andar menos e não contornar o obstáculo.

Muitas das vezes se improvisa o andaime ou utiliza meios contraindicados para subir em algum lugar, não tendo paciência para a chegada de uma escada ou até mesmo para não precisar ir busca-la.

As improvisações de ferramentas, de instalações elétricas etc. contam-se entre os recursos que a pessoa procura usar na tentativa de ganhar tempo.

Preste atenção nesta regra!

Jamais se ganha tempo com esse tipo de atitudes e, mesmo que se ganhe em alguns casos, não compensam o risco que se corre.

A compreensão dessa inconveniência é uma questão de bom senso, e necessita, também, das instruções de segurança que devem existir visando evitar essas práticas inseguras.

Motiva-se Para a Sua Própria Segurança

A participação dos trabalhadores no programa de prevenção de acidentes somente será atingida quando os mesmos forem conscientizados da importância da segurança no trabalho, no lar ou em quais quer outros locais e atividades.

– Procure entender bem as instruções de serviço.

– Considere importantes todos os itens do serviço.

– Pense e respeite as normais de segurança.

Qualquer que seja sua profissão, qualquer que seja sua tarefa, qualquer que seja o lugar e a toda hora, siga as recomendações de segurança e PREVINA ACIDENTES!

No artigo de hoje foi passado pra você um DDS improviso de ferramentas, se gostou do artigo não deixe de ler os artigos abaixo:

Se Gostou Curta nossa Fanpage
Se Gostou Curta nossa Fanpage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *